terça-feira, novembro 01, 2016

AGENDAS DE PAPEL


Vivemos em um mundo de substituições, onde a evolução das coisas, da tecnologia e correria dos dias nos faz ir à procura de coisas que nos organize e nos agilize sem perder compromissos e tempo.

Mas nem os mais completos 'IOS' da maçã vai superar o poder de uma AGENDA DE PAPEL.

Acredito que muitos ainda se perguntam o motivo de ter uma AGENDA, ela que em muito tempo sempre foi um item indispensável para começar o ano, hoje tem gente que pensa em apenas ter os organizadores digitais, por que ter uma versão antiguada?

MEU AMIGO, já dizia uma MULHER SABIA: "...antigamente tudo era bem mais chique."

Mas lendo muito, tenho motivos comprovados por pesquisas, não só pelo meu amor ao papel.

Sim, posso afirmar que quando o assunto é agenda, as de papel  são superiores às eletrônicas em todos os quesitos.

Uma jornalista da Folha de S. Paulo, Lucy Kellaway, na coluna do jornal disse que o e-mail é melhor que as cartas de papel, já que não envolve a procura de envelopes e selos, mas no caso das agendas eletrônicas, há algo de "estranhamente estressante" em ter seus compromissos anotados na nuvem.

Os nossos compromissos precisam estar visíveis, sem ter que depender de um carregador, caso a bateria acabe, de um sinal de internet, ou mesmo de um arquivo ser carregado a seu tempo.

Anotar com nossa própria letra, traz uma responsabilidade e vontade de conclui-los de forma pessoal, mantendo tudo a seu controle, na agenda de papel tem praticidade, agilidade e isso não podemos discutir.

Essa mesma jornalista comprovou reunindo pessoas e perguntando o compromissos de cada uma no período de um mês. As pessoas que tiraram do bolso um smartphone, digitaram senhas, clicaram em várias teclas, até chegar a resposta, a mais veloz levou 17 segundos e a mais lenta 32 segundos para ter a resposta.

As pessoas com agenda de papel teve um caminho direto para resposta, quando foram na página do mês e lendo suas anotações levando no máximo 8 segundos.

Depois ela pediu para que as mesmas anotassem um compromisso, as cobaias com agendas de papel levaram 5 segundos, as digitais levaram 6 vezes mais tempo.

Além de ter a mão suas responsabilidades, o prazer de se organizar, o exercício de escrever e não apenas digitar, ajuda certamente nosso cérebro a concluir cada uma delas.

Nada será deletado, nem terá pane no sistema, seus rabiscos tem valor e poder em cada ato que venha a tomar, acredite.

Ela é fácil e simples de usar, elimina distrações e ajuda a aprender com o simples ato de escrever.
ESCREVER É MUITO EFICIENTE PARA O APRENDIZADO DA MEMÓRIA. (comprovado cientificamente)

E É MAIS SAUDÁVEL, os nossos olhos são danificados pelas telas dos computadores e luzes de "AIfoni-pedi-qualquer item".

EM DEFESA DA ESCRITA

No artigo escrito pelo autor Patrick McLean, intitulado In Defense of Writing Longhand (algo como "Em Defesa da Escrita Comum"), ele explica como o papel é , na verdade, mais duradouro que os arquivos digitais:
"Claro que o papel é perecível. Mas é perecível de forma previsível. Um HD pode pifar.
Se um rapaz de TI lhe disser que há uma maneira de armazenar um arquivo digital, não tocá-lo por 500 anos e depois ter a certeza de que ainda será utilizável, essa pessoa estará mentindo. Se você acha que estou errado, deixe-me enviar para você alguns documentos do WordStar e AppleWorks assim que eu descobrir como tirá-los dos meus disquetes. Em compensação, posso ir ao Arquivo Nacional agora mesmo e ler uma cópia da Carta Magna, escrita Há 793 anos, sem nenhuma incompatibilidade de formato ou versão".

Existem várias formas de reciclagem que nos permitem preservar nosso MEIO AMBIENTE e o prazer de ter uma agenda de papel, nunca sairá de moda.

CONFIE EM MIM... dê charme aos seus dias!!!

Eu li algumas das informações acima em uma revista em alguma sala de espera, mas não lembro o nome.

Aqui deixo algumas das inspirações passadas que acompanhou algum pessoa e fez do ano dela um exercício de ser feliz e charmosa o ano inteiro.

AGENDA com o tema escolhido pelas clientes...
















AGENDAS para empresas...



AGENDAS EXCLUSIVAS COM SUA MARCA E MASCOTE





E TODO ANO QUE PASSAR ESSA SERÁ MINHA PREFERIDA SEMPRE!!!



Está aberta a temporada das encomendas, vou postar em todas as redes sociais fotos dos modelos a pronta-entrega e as encomendas com seu tema escolhido pode ser feita pelo adrianojsliquidificador@hotmail.com

E tem WORKSHOP em São Paulo dia 08/11/2016.


Um beijo, um abraço e um aperto de mão;
AdrianoJS

terça-feira, outubro 11, 2016

WORKSHOP - AGENDAS 2017


E vai ter AULA DE AGENDAS 2017... quem vai querer???
Você vai aprender a decorar a sua companhia do ano todo COMIGO e já tem turma sendo formada na 
Scrap Store - São Caetano do Sul/SP.

Para inscrição na aula entre contato adrianojsliquidificador@hotmail.com
ou pelo WhatsApp da Scrap Store (11) 9.9687-7377



Fica de olho nas datas e próximos cursos 
porque esse final de ANO VAI SER UMA 
LOUUUUUUuuuuUUUUuuuuCURA de coisas legais!!!

VEM COMIGO?
No caminho eu te explico...

Um beijo, um abraço e um aperto de mão;
AdrianoJS

terça-feira, setembro 27, 2016

DIA BRANCO



Se você vier pro que der e vier comigo
Eu lhe prometo o sol, se hoje o sol sair
Ou a chuva, se a chuva cair...
Se você vier até onde a gente chegar

Numa praça ou na beira do mar
Num pedaço de qualquer lugar
Nesse DIA BRANCO
Se branco ele for

Esse tanto, esse canto de amor
Se você quiser e vier pro que der e vier 
comigo...

Dia Branco - Geraldo Azevedo

(é que ontem a cena de #velhochico por mais estranho que parecesse não poderia ser mais bonito que fazer presente alguém que de fato, acredito que todos estavam pensando. A ausência do ator Domingos Montagner na cena, sem muita fala, apenas a respiração me fez perceber que está vivo a arte, porque palavras não mostra quem somos, nossos atos sim - QUE SEU DIA SEJA BRANCO)






domingo, setembro 18, 2016

AGENDAS 2017

AlÔu você;

ESTÁ ABERTA A NOVA TEMPORADA DE
 AGENDAS PERSONALIZADAS

Escolha seu tema, cor e estilo

E MEU LIQUIDIFICADOR FAZ PRA VOCÊ!!!


*VEJA A LOJINHA VIRTUAL NA BARRA DE FERRAMENTAS


sábado, agosto 06, 2016

Alma Nua



Ó Pai, não deixes que façam de mim
O que da pedra tu fizeste
E que a fria luz da razão
Não cale o azul da aura que me veste

Dá-me leveza nas mãos
Faze de mim um nobre domador
Laçando acordes e versos
Dispersos no tempo
No templo do amor

Que se eu tiver que ficar nu
Hei de envolver-me em pura poesia
E dela farei minha casa, minha asa
Loucura de cada dia
Dá-me o silêncio da noite
para ouvir o sapo namorar a lua
Dá-me direito ao açoite, 
Ao ócio, ao cio
À vadiagem pela rua

Deixe-me perder a hora
Pra ter tempo de encontrar a rima
Ver o mundo de dentro pra fora
E a beleza que aflora de baixo pra cima

Ó meu Pai, dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido

De não ter que ser perfeito
Pretérito, 
sujeito, 
artigo definido

De me apaixonar todo dia
E ser mais jovem que meu filho
De ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho

Virar os dados do destino
De me contradizer, de não ter meta
Me reinventar
Ser meu próprio deus
VIVER MENINO
MORRER POETA.



domingo, julho 03, 2016

PRÉ com (sei) TÔ


Essa semana me deparei sendo PRECONCEITUOSO.


Nunca me senti assim, sei que sou CHATO com alguns CONCEITOS MEUS, porque nascemos e convivemos com as atitudes que nos rodeiam, mas nunca deixei de ser respeitoso com o SER HUMANO.
Ontem no "CRIANÇA ESPERANÇA", programa que acontece uma vez por ano na rede Globo, com finalidade arrecadar fundo financeiro para crianças carentes, teve um trecho falando sobre "Ninguém nasce racista" - e foi lindo ver as crianças sendo crianças no puro ato de OLHAR com um OLHAR de uma criança.
A atitude dela em apenas representar uma frase racista.
Relatos de crianças que sofreram preconceito, pelo simples fato da cor da pele ser outra.

Nem sempre o que vemos nos outros é o que eles são.
Não digo pela pele, mas pelo o que veste, pelo que fala, pelo que vive, acompanha, pelas amizades, lugar que mora, emprego, conta bancária, carro do ano...


CLIQUE AQUI PARA VER O VIDEO



Lembro que tinha eu uns 14 anos, eu fui na 'Conde de Sarzedas' (rua em São Paulo que vende CDs gospel), eu tinha juntado umas moedas e PRECISAVA, com toda urgência de um adolescente de 1 CD da Fernanda Brum e 1 CD do Katsbarnea.

Feliz por ter a grana fui, comprei, comprei lanche pra mim e pro Jonathas (negro com 7 anos) que me acompanhava, compramos um chocolate e quando percebi, gastei o dinheiro da passagem de volta pra casa, nossas opções era passar por debaixo da catraca, ou pedir pra alguém completar o que faltava, acho que precisava de 1 real.

Em plena praça da Sé, lembrando que estavámos bem vestidos, com sacolas de compras (eu adolescente era metido, combinava cor de camiseta com 'all star' e boné) parei um homem de terno e pasta, sim, parei pelo que ele vestia, CLARO QUE ELE TINHA 1 REAL, mas ele disse que não tinha, olhando fundo nos meus olhos e na criança que estava comigo, envergonhado segui.
Parei mais umas 3 pessoas, até que a terceira, era um homem normal, o único que passava naquele momento, última tentativa, ele mancava de uma perna, camiseta não era nova, era limpa mas bem desbotada de muitas lavagens, sem pensar ele tirou o dinheiro do bolso e disse: Mas vão direto pra casa de vocês!
Nós nunca vamos enxergar completamente as pessoas, nem mesmo saber o que elas estão passando em tal momento.
Um morador de rua, um usuário de droga, um homem de terno, todos tem sua própria história, motivo e desejo ou não de viver cada uma delas.
Quando decidi ser um 'VÂNDALO' que cola adesivos por aí, foi sim pra SER UM VÂNDALO SIM, mas UM 'VÂNDOLO DO AMÔ'. 

Com o simples objetivo de espalhar a pureza das 4 frases que vocês já leram aqui:

MAIS AMOR POR AMOR, não por favor.

Se eu fosse você TRATAVA DE SER FELIZ.

Afrouxe o incerto e DEIXE A VIDA ACONTECER.


Juntando elas podemos olhar pra nosso CONCEITO, seja ele um 'Pré ou um 'Pós', olhando a história de cada um, entendo ou não o motivo dos fatos, tendo seu próprio direito de escolha com o peito cheio de RESPEITO PELO PRÓXIMO e ATITUDE DIZER:

 -Ah, VAI SE AMAR!!!

Um beijo, um abraço e um aperto de mão;
AdrianoJS

e o galo alvorece...





 "E o galo alvorece um novo ardor..."


Eu sempre deixei estampado minha admiração e prazer em usar os papéis da GRAPHIC45, quando vi essa coleção com galos sempre quis recortar, mas demorei pra encontrar as folhas.

Uma tarde com apenas 2 folhas da coleção 'French Country" e a frase da música "Canção do Fim" que é uma linda poesia de Caio Sóh musicada por Luis Kiari que eu tendo o mesmo galo do papel como objeto de decoração da cozinha eu comecei meus recortes.

E sem muito pensar decidi ali, com o celular, sem muita produção fotografar cada passo do recorte e colagem.

Então compartilho com vocês que com pouco material podemos fazer um trabalho ótimo, pensando sempre no acabamento de cada detalhe que vai compor sua arte.

Quero falar mais pra frente sobre esse assunto:
Um trabalho cheio de enfeites é sinal de criatividade?

Enquanto isso... QUE O GALO ALVOREÇA NOVO ARDOR a cada um de me visita por aqui.














segunda-feira, junho 20, 2016

Eu reCORTO papel e esCRÊvo na lousa E VOCÊ?

"Eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas."
                                                                            Albert Eistein



Forte né?
Mas inteligente... sempre.

Vivemos numa era Ctrl+C Ctrl+V, as pessoas passam dias zapeando em redes sociais, Trocando LIKES, seguindo de volta, procurando seguidores e seguindo.

Engraçado ver a interação e intimidade, que ás vezes é algo tão íntimo que nos surpreende a afinidade nas coisas, a contraponto ás vezes algo tão absurdo, que nos deixam surdos o ouvir dos nossos pensamentos com a falta de bom senso do pessoal.

Eu gosto do carinho gratuito, da afinidade que se espelha, daquele ler uma frase e mudar o dia, a rota, recalcular a rota tipo quando estamos perdidos de GPS. Eu gosto de quem faz o mesmo que eu, eu me inspiro em quem não faz nada do que eu faço.

Ouvir uma música me inspira, ler uma poesia, uma foto, um sorriso, aquele selfie entre amigos, foto de família... foto do amor... ah, o amor!

Meu ‘like’ vai para TODO TIPO DE AFETO demonstrado ‘POR AMOR, não POR FAVOR’, eu luto contra toda falta de caráter, apenas.


Eu comecei no colégio a fazer a capa dos trabalhos dos colegas, depois passou para cartazes, tudo valendo nota e para mim umas moedas para pagar algum passeio ou comprar um lápis de cor.
Antes de se alistar no exército era no varal do ‘quintal’ de casa que eu pendurava umas camisetas e alguns panos de prato pintados à mão e era na época da copa que camisetas com menininhas pintadas de Torcedoras do Brasil faziam sucesso.
Depois entreguei panfleto de agencia de automóveis em farol, depois era fiscal das meninas que balançava bandeira na frente do carro. Depois divulguei um lugar de vestidos de noivas, carreguei vestidos no Ronaldo Esper nas costas, fiz muita coisa até me deparar com uma loja de SCRAPBOOK. 

Já contei essa história aqui, mas repito...

Foi ali que descobri que os recortes e mensagens que eu colocava nas minhas fotos tinha um segmento de arte com nome e gente fazendo produtos e trabalhando.

Com a proposta de desenhar pra eles, depois de dar aulas ali, na loja chamada CLICK&APLIK eu logo recebi uma contraproposta de trabalhar direto, atendendo e dando aulas, foi um ano ali onde conheci muita gente que trago no peito até hoje.

Sem pausa e num e-mail direto fui parar na Scrap&Company, numa ousadia que eu não tenho mais hoje enviei um correio eletrônico pra Luciana, dona da loja na época escrito assim: 

"Oi, estou saindo da Click&Aplik e quero saber se quer trabalhar comigo? Você tem uma semana para me responder!"

E numa conversa de sábado, ligeira nos apaixonamos e viramos amigos para sempre.
Foram 5 anos juntos, fazendo a loja crescer em tamanho, amor, gente, problemas e alegrias, até que ela tomou um rumo diferente e eu fiquei sozinho, sozinho não, ficou EU, a Vanessa (minha molena mais querida), a Patrícia (que sempre acreditou em mim e me apoio em tudo) e todas as queridas que me acompanhavam e me queriam bem.

Nunca recebi tanto apoio na minha vida, foi tanto amor e carinho que todos Ctrl+C Ctrl+V que apareciam pra me tirar a paz naqueles dias eram apertados o DELETE em instantes.
A loja ficou mais um ano assim, até que por motivos da minha saúde fechou e levou um pedaço de mim no fechar da porta.

Meu nome foi parar no SPC, isso com todos meus dados, ganhei até um crachá de lá e dentro do escritório deles eu certifiquei vários documentos por um ano, me surpreendi, me superei, aprendi muito, muito mesmo, recortando e escrevendo em 'post-it' nos intervalos, saí de lá de uma forma prematura, mas bonita e carinhosa.
Com abraços e até lágrimas, sai com sorriso no rosto de que tinha conquistado gente e conhecimento.

Mas eu continuei a escrever e recortar meus papéis, conheci um QUINTAL amigo, continuei por onde me chamavam a fazer minha arte, e timidamente nunca deixei meu LIQUIDIFICADOR DESLIGAR.


Coloquei um QUADRO NEGRO na parede dessa cozinha para anotar receitas de como ser feliz e segui meus dias.

Ainda hoje COM MUITO AMOR:

EU re-CORTO PAPEL e es-CRÊ-vo na lousa

E VOCÊ?






- O que você faz tem AMOR?

- Você coloca O SEU PRÓPRIO TEMPERO nas suas coisas ou é tudo tipo miojo?

- TEM AMOR OU Sázon?

- Tem aquela inspiração ou é só cópia, xerox?

- Tem personalidade?





INDEPENDENTE DO QUE SEJA, eu repito:

TEM AMOR O QUE VOCÊ FAZ?



Eu vou seguindo com minha arte daqui e quero saber de você:


O QUE VOCÊ FAZ TE FAZ FELIZ?

Conta pra mim...


quinta-feira, junho 02, 2016

QUERIA ME ENJOAR


Lembra que no primeiro TOQUE deu CHOQUE?
Lembra, que você MUDOU de COR?

Queria ME ENJOAR de você
Do DOCE do seu BEIJINHO
Do cheiro, do jeito, da fauna e da flora.

Lembra, dos dias azuis? QUE LUZ!
Lembra, seu corpo JUNTOU no meu...


O JEITO é DEIXAR DOER PRA VER SE SARA

eu não vou fazer mais nada
NEM VOU ME LEMBRAR DE TE ESQUECER...


Você já esta ouvindo a música aqui no blog, mas dá um 'PAUSE' na vitrola lá em cima e aperte o 'PLAY' desse video e veja que DELÍCIA é todo mundo cantando JUNTOeFELIZ.




Um beijo, um abraço e um aperto de mão;
AdrianoJS



*Música da Banda DINDA de João Bernardo